[Álbum] Idlewild – “The Remote Part” (2002)

Theremotepart

Em 2002 o mundo da música e entretenimento passavam por um período de mudanças. A internet era algo ainda engatinhando e a música abandonava o grunge e o britpop dos anos noventa e buscava outros rumos.

Mesmo inaugurado pelos Strokes no disco de estréia em 2001 o que viria a ser o “indie rock” dos anos 2000 ainda procurava seu espaço. White Stripes, Hives, Interpol, uma nova safra de grupos pipocaram quase ao mesmo tempo e, mesmo sem uma unidade sonora, determinaram os caminhos da música até os dias de hoje (para o bem e para o mal).

O Idlewild é um retrato desta própria indecisão. Vindos de Edinburgo na Escócia a banda combinava elementos de vários estilos e bandas. Os vocais de Roddy Womblee remetiam aos melhores momentos de Morrissey nos Smiths , as guitarras transitavam entre a fúria dos grunges e o hardcore do Fugazi e as melodias e letras lembravam muito grupos conterrâneos como Belle & Sebastian.

Apesar destas misturas (que quase sempre levam a equívocos) o grupo sempre soou coeso e capaz de excelentes discos. E seu ápice criativo é “The Remote Part” de 2002.

As letras de Roddy Womblee falam da indecisão destes novos tempos. E entre elas permeiam singelas canções de amor. “You Held the World in Your Arms” parece tirada dos albuns noventistas de Morrissey, lotados de microfonia e apelo pop. “Out of Routine” e “A Modern Way of Letting Go” são rápidas e barulhentas, resquícios de punk rock inclusas. “American English” , “Century of Century” , “Living in a Hiding Place” surgem como momentos melódicos narrando as dúvidas do tal novo milênio.  Após a pérola pop “Stay The Same” vem a melhor canção do disco “In Remote Part/Scottish Friction” com sua narração poética inicial seguida de um aterramento de microfonia dignos das guitar bands americanas dos 90’s e com um término apoteótico.

Em tempos de bandas meramente derivativas de pós-punk ou sessentismo estéril o Idlewild segue até hoje com uma música intensa, por vezes pessimista (mas são escoceses, certo? ) e permeadas por melodias simples e diretas.

Ouça aqui.

  1. You Held the World in Your Arms” – 3:21
  2. A Modern Way of Letting Go” – 2:23
  3. American English” – 4:34
  4. “I Never Wanted”  – 3:55
  5. “(I Am) What I Am Not” – 2:43
  6. Live in a Hiding Place” – 3:16
  7. “Out of Routine” – 3:09
  8. “Century After Century” – 4:01
  9. “Tell Me Ten Words” – 3:46
  10. “Stay the Same” – 3:11
  11. “In Remote Part/Scottish Fiction” (Idlewild/Edwin Morgan) – 3:55
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s